Trabalhando com crianças com autismo: saúde e educação

Existe uma necessidade crescente de incluir experiências interprofissionais na educação para a saúde de graduação. A simulação é uma metodologia venerada como capaz de facilitar as oportunidades de aprendizagem interprofissional em um ambiente seguro e estruturado. O artigo “Trabalhar com crianças com autismo: um tutorial interprofissional baseado em simulação para estudantes de patologia da falaContinue a ler “Trabalhando com crianças com autismo: saúde e educação”

Terapia Ocupacional: benefícios para crianças com baixa visão

Crianças em idade pré-escolar com baixa visão podem ser beneficiadas por consultoria colaborativa em Terapia Ocupacional voltada para seus professores. Um estudo conduzido pelas pesquisadoras Tatiana Luísa Reis Gebraele Cláudia Maria Simões Martinez demonstrou aumento do repertório dos professores do Grupo Experimental nas atividades de higiene e alimentação de seus alunos com baixa visão. “AsContinue a ler “Terapia Ocupacional: benefícios para crianças com baixa visão”

Terapia ocupacional e tratamento de transtornos de linguagem

Pessoas com transtornos de linguagem podem apresentar dificuldades em outras esferas de sua vida, como a social, autonomia pessoal, sensorial e ocupacional. “O transtorno específico da linguagem é uma patologia que a cada dia tem mais relevância, já que cada vez sabemos mais e se diagnostica melhor”, ressalta a pesquisadora Sabina Barrios Fernández, autora doContinue a ler “Terapia ocupacional e tratamento de transtornos de linguagem”

Método da Escavação: contribuição para diminuir lacunas na formação acadêmica do profissional de Terapia Ocupacional

O Método da Escavação, em Terapia Ocupacional, foi desenvolvido com base na prática clínica e acadêmica, com o objetivo de contribuir para diminuir as lacunas na formação acadêmica do profissional de T.O. Essas lacunas, segundo as pesquisadoras Eliana Anjos Furtado e Maria Clara Bueno Fischer, ocorrem nas implicações técnicas e metodológicas da função de terapeutaContinue a ler “Método da Escavação: contribuição para diminuir lacunas na formação acadêmica do profissional de Terapia Ocupacional”

Higiene pessoal de crianças e adolescentes autistas: dicas práticas para criar o hábito

Os hábitos de higiene pessoal, como escovar os dentes e tomar banho adequadamente, entre outros, são transmitidos às crianças pelos pais e cuidadores tanto por palavras e orientações quanto por exemplos. Ao observar que seus colegas de escola, outros amigos e familiares apresentam-se sempre limpos, a criança aprende que essa é uma conduta social desejadaContinue a ler “Higiene pessoal de crianças e adolescentes autistas: dicas práticas para criar o hábito”

Relatos de vida auxiliam na terapia ocupacional para pessoas com deficiência psiquiátrica, defende pesquisadora

A avaliação narrativa é defendida pela pesquisadora Laura Rueda Castro como forma de observar integralmente a vida de uma pessoa. Autora do estudo “Construção de histórias de vida: uma avaliação de terapia ocupacional em pessoas com deficiência psiquiátrica”, Laura Rueda Castro analisou dose casos em que as pessoas participaram de sessões que privilegiaram os relatosContinue a ler “Relatos de vida auxiliam na terapia ocupacional para pessoas com deficiência psiquiátrica, defende pesquisadora”

O ditado “cabeça vazia, oficina do diabo” e a imagem da terapia ocupacional

O termo ocupação dá margem a uma série de interpretações, e o provérbio “cabeça vazia, oficina do diabo” é aceito por estudantes de terapia ocupacional como parte do senso comum. Quando ele é associado à terapia ocupacional em si, entretanto, estes estudantes entendem que ele pode prejudicar a imagem da profissão. Esta análise é parteContinue a ler “O ditado “cabeça vazia, oficina do diabo” e a imagem da terapia ocupacional”

Identidade profissional do terapeuta ocupacional: desconhecimento, novas oportunidades e integração ao SUS

O crescimento da profissão de terapeuta ocupacional cresceu notavelmente na década de 2000, e a ampliação da participação desses profissionais pode ser vista no aumento da oferta de cursos de graduação, principalmente em instituições públicas, assim como pelo aumento do número de vagas em concursos públicos. Essas constatações, da mestre em Saúde Pública Claudia ReinosoContinue a ler “Identidade profissional do terapeuta ocupacional: desconhecimento, novas oportunidades e integração ao SUS”