Diferenças e semelhanças entre superdotação e Asperger

Quais as diferenças e semelhanças entre pessoas com altas habilidades/superdotação e com Síndrome de Asperger? Interessadas em conhecer o que já havia sido publicado sobre isso em periódicos científicos na área de educação, duas pesquisadoras consultaram artigos publicados entre 2000 e 2011. Nara Joyce Wellausen Vieira e Karolina Waechter Simon observaram que as necessidades educacionaisContinue a ler “Diferenças e semelhanças entre superdotação e Asperger”

Altas habilidades: o papel do professor

Quais os passos que um professor deve dar ao notar que um aluno de sua turma pode ter altas habilidades? Os professores conhecem a legislação específica, sabem como proceder? Uma pista para a resposta a essas perguntas pode ser encontrada no estudo “Altas habilidades: uma questão escolar”. Conduzido pelas pesquisadoras Célia Maria Paz Ferreira BarretoContinue a ler “Altas habilidades: o papel do professor”

Altas habilidades/superdotação: invisibilidade é resultado de estigma e falta de informação da sociedade e de docentes

O atendimento educacional especializado para alunos com altas habilidades/superdotação na Educação Básica é hoje uma realidade legalmente consolidada, que precisa ser implementada e surtir efeitos concretos nos encaminhamentos pedagógicos. Esta é a posição das pesquisadoras Susana Graciela Pérez Barrera Pérez e Soraia Napoleão Freitas. “Os alunos com Altas Habilidades/Superdotação (AH/SD) constituem uma parcela importante daContinue a ler “Altas habilidades/superdotação: invisibilidade é resultado de estigma e falta de informação da sociedade e de docentes”

Filhos-prodígio obrigam os pais a redesenhar a vida

Ter um filho extremamente talentoso, ou superdotado, exige que os pais busquem novas comunidades: de pessoas com experiências semelhantes e de especialistas, que ensinam a esses pais estratégias para lidar com a excepcionalidade do filho. Os pais assumem, assim, não só seu repertório de conhecimento menor do que o do filho, mas também seu próprioContinue a ler “Filhos-prodígio obrigam os pais a redesenhar a vida”

Currículo escolar é agente potencializador de ações para alunos com altas habilidades/superdotação

Um convite para os educadores olharem as prerrogativas da educação inclusiva sob as lentes dos estudos curriculares. É o que fazem os pesquisadores Soraia Napoleão Freitas e Claus Dieter Stobäus, em estudo que traz visibilidade a uma discussão curricular fortemente marcada pela prática educativa de aprendizes com altas habilidades/superdotação. O artigo “Olhando as altas habilidades/superdotaçãoContinue a ler “Currículo escolar é agente potencializador de ações para alunos com altas habilidades/superdotação”

Minoria de meninas superdotadas: repetição de padrão cultural?

“Por que um programa de altas habilidades/superdotação tem ampla predominância de meninos, quando as meninas são maioria no total de matrícula do ensino regular?”. Essa é a pergunta dos pesquisadores Ana Paula Poças Zambelli dos Reis e Candido Alberto Gomes, que coletaram dados de 16 educadores do Programa de Atendimento ao Aluno com Altas Habilidades/SuperdotaçãoContinue a ler “Minoria de meninas superdotadas: repetição de padrão cultural?”

Adultos superdotados: cultivar experiências positivas na escola beneficia a atuação profissional

  Ser dotado de altas habilidades pode fazer com que a pessoa chegue à idade adulta com uma sensação de fracasso ou mesmo de injustiça, uma vez que a integração escolar pode ter sido um processo difícil em função das características que envolvem a superdotação. Não são raros os casos em que a criança ouContinue a ler “Adultos superdotados: cultivar experiências positivas na escola beneficia a atuação profissional”

Identificação de superdotação/altas habilidades: Modelo das Portas Giratórias

O chamado Modelo das Portas Giratórias (MPG) é uma proposta para identificação de superdotação/altas habilidades em alunos, baseada na teoria dos Três Anéis. Proposta pelo pesquisador Joseph Renzulli, a Teoria defende que a superdotação é resultado das relação entre três fatores: habilidade acima da média, envolvimento com a tarefa e criatividade. O Modelo das PortasContinue a ler “Identificação de superdotação/altas habilidades: Modelo das Portas Giratórias”

Dissincronia emocional em superdotados: alerta para dificuldades nas relações sociais

O quociente intelectual de uma criança é resultado da relação entre sua idade mental e sua idade cronológica. Assim, uma criança com sete anos e um quociente intelectual de 130 apresenta, de acordo com sua capacidade de raciocínio, idade mental de nove anos. Isto quer dizer que esta criança está dois anos acima, no queContinue a ler “Dissincronia emocional em superdotados: alerta para dificuldades nas relações sociais”

Superdotados e rock pesado: catarse e fuga do tédio

O rock pesado (Heavy Metal) muitas vezes está associado à delinquência e ao baixo rendimento escolar. Este estereótipo, entretanto, ficou abalado com a publicação dos resultados de pesquisa realizada pela Universidade de Warwick, no Reino Unido. As pessoas afixionadas por rock pesado, segundo o estudo, são extremamente inteligentes e utilizam a música como forma deContinue a ler “Superdotados e rock pesado: catarse e fuga do tédio”