Informações sobre alimentação para o grande público em projeto de aluna da Faculdade de Nutrição da USP

    O projeto Nudritiva foi criado pela aluna Adriana Carrieri, estudante do curso de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo para disseminar informações confiáveis sobre alimentação, de forma dinâmica e acessível. Participante da Liga de Obesidade Infantil no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FMUSP), a estudanteContinue a ler “Informações sobre alimentação para o grande público em projeto de aluna da Faculdade de Nutrição da USP”

Idosos e doenças cardiovasculares: o papel da alimentação

Qual a influência dos hábitos alimentares de idosos na prevenção de doenças cardiovasculares? Interessados na resposta, os pesquisadores Sabrina Dalbosco Gadenz e Luís Antônio Benvegnú investigaram os hábitos de 212 idosos hipertensos. “As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte e incapacidade em idosos”, destacam. Os resultados estão no estudo “Hábitos alimentares na prevençãoContinue a ler “Idosos e doenças cardiovasculares: o papel da alimentação”

Intervenção nutricional produz mudança positiva e duradoura

Comer ou se alimentar. Mais do que significar a mesma coisa, usar um ou outro termo quando se fala sobre a própria alimentação pode indicar as escolha nutricionais de uma pessoa. A diferença fica evidente na fala de um homem de 46 anos, participante de um estudo sobre intervenção nutricional educativa, ao afirmar que quandoContinue a ler “Intervenção nutricional produz mudança positiva e duradoura”

Diversificando a alimentação de autistas: passos para aumentar a tolerância a novos sabores e texturas

A alimentação de crianças e adolescentes autistas pode ser uma dificuldade para muitos pais, mas a adoção de algumas estratégias pode diminuir a resistência a novos sabores e texturas. Uma sequência de passos que consideram a tolerância, a interação da criança ou adolescente com a comida e seus sentidos de tato e olfato, podem ajudarContinue a ler “Diversificando a alimentação de autistas: passos para aumentar a tolerância a novos sabores e texturas”