Qualidade de vida de autistas

O termo qualidade de vida expressa uma série de percepções, do próprio indivíduo ou de terceiros, como familiares, e no caso de autismo, auxilia na identificação de fatores importantes para a qualidade de vida do indivíduo com o transtorno e também para que a qualidade de vida relatada por este esteja em consonância com aContinue a ler “Qualidade de vida de autistas”

Estresse entre mães de pessoas com autismo

Um estudo com 30 mães de pessoas com autismo mostrou que 70% delas apresentavam altos níveis de estresse. As mães, que tinham entre 30 e 56 anos de idade, quando consultadas sobre os comportamentos dos filhos com os quais se julgavam mais eficazes para lidar, apontaram os movimentos estereotipados dos filhos, o grande tempo gastoContinue a ler “Estresse entre mães de pessoas com autismo”

Estereotipias: indicações verbais podem precisar de intervenções alternativas

De acordo com a pesquisadora Bridget Taylor, muitas crianças com autismo apresentam comportamentos repetitivos sem uma finalidade aparente e sem conseqüências sociais determinadas. Estas condutas, explica a pesquisadora, denominam-se comumente de estereotipias ou condutas com reforço automático, e se mantém porque a conduta em si mesma implica em um reforço positivo para a criança. Assim,Continue a ler “Estereotipias: indicações verbais podem precisar de intervenções alternativas”

TDAH subtipo desatento: protocolo oficial contra equívocos

Um protocolo oficial poderia ser uma saída para evitar equívocos diagnósticos ou interpretações de sintomas de outros transtornos que não o TDAH do subtipo desatento. É o que apontam as pesquisadoras Lilian Martins Larroca e Neide Micelli Domingos, autoras do estudo “TDAH – Investigação dos critérios para diagnóstico do subtipo predominantemente desatento”. De acordo comContinue a ler “TDAH subtipo desatento: protocolo oficial contra equívocos”

Gestos e símbolos dão voz a pacientes com Paralisia Cerebral

A clínica fonoaudiológica como um espaço para a escuta do corpo de portadores de paralisia cerebral é a base do estudo “O diagnóstico fonoaudiológico na paralisia cerebral: o sujeito entre a fala e a escuta”, que acompanhou a adolescente Sabrina para estabelecer o diagnóstico diferencial próprio ao campo fonoaudiológico. “A condição básica para a interpretaçãoContinue a ler “Gestos e símbolos dão voz a pacientes com Paralisia Cerebral”

Autismo e professores: teleducação para difusão de conhecimento

A classificação e definição dos Transtornos do Espectro do Autismo (TEA), a legislação brasileira educacional e o papel da escola e do professor na vida da criança são temas de interesse de professores que participaram de estudo na rede de ensino municipal de Bauru, interior de São Paulo. As pesquisadoras Natalia Caroline Favoretto e DionísiaContinue a ler “Autismo e professores: teleducação para difusão de conhecimento”

Fonoaudiologia e idosos: contato com o “velho interior”

Fonoaudiólogos que trabalham com idosos no âmbito hospital precisam entrar em contato com seu “velho Interior”: seus medos, tabus e concepções de envelhecimento. É o que defendem as fonoaudiólogas Silvia Ligia Svezzia e Belkis Trench, autoras do estudo “Admirável lugar no mundo de velhos: práticas e vivências fonoaudiológicas em hospitais”. O trabalho teve como objetivoContinue a ler “Fonoaudiologia e idosos: contato com o “velho interior””

Modelo de educação em saúde auditiva

Propostas desenvolvidas com a Teleducação Interativa caracterizam um trabalho que tem sido aprimorado ao longo dos anos, com enfoque na hierarquização do conhecimento. É o que concluíram as pesquisadoras Wanderléia Quinhoneiro Blasca, Jéssica Kuchar, Cássia de Souza Pardo-Fanton, Ana Carolina Soares Ascencio e Adriana Pessuto, autoras do estudo “Modelo de educação em saúde auditiva”. SegundoContinue a ler “Modelo de educação em saúde auditiva”

Informações sobre alimentação para o grande público em projeto de aluna da Faculdade de Nutrição da USP

    O projeto Nudritiva foi criado pela aluna Adriana Carrieri, estudante do curso de Nutrição da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo para disseminar informações confiáveis sobre alimentação, de forma dinâmica e acessível. Participante da Liga de Obesidade Infantil no Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina (FMUSP), a estudanteContinue a ler “Informações sobre alimentação para o grande público em projeto de aluna da Faculdade de Nutrição da USP”

Radar da Primeira Infância: portal traz informações sobre crianças até seis anos

Pais, mães e profissionais de diversas áreas interessados em notícias de conteúdo confiável sobre assuntos da primeira infância têm agora um canal que pode ser acessado gratuitamente, pela internet. O portal Radar da Primeira Infância reúne informações sobre pesquisas científicas realizadas por universidades, centros de pesquisa e entidades sobre o período de vida da criançaContinue a ler “Radar da Primeira Infância: portal traz informações sobre crianças até seis anos”