A criação de um lar, mais do que um abrigo, é ao mesmo tempo condição e conseqüência da inserção social de pessoas com transtornos mentais graves. Cumprir essa tarefa, entretanto, é complexo. “A demanda por moradias de pessoas com transtorno mental grave é uma implicação fundamental da mudança do modelo de assistência em saúde mental no Brasil, e é uma questão de grande importância, pois o tipo de moradia influencia diretamente na inserção, integração e manutenção dessas pessoas no meio social”, explicam os pesquisadores Juarez Pereira Furtado, Augustin de Tugny, Ana Paula Baltazar; Silke Kapp, Cláudia Maria Generoso, Florianita Coelho Braga Campos, Andréa Maris Campos Guerra e Eunice Nakamura.

Autores do estudo “Modos de morar de pessoas com transtorno mental grave no Brasil: uma avaliação interdisciplinar”, os pesquisadores observaram que as pessoas com transtornos mentais graves que moram de maneiras diferentes fornecem elementos importantes para o planejamento de futuros modos de apoio à moradia dessa clientela. “Por meio deles, pudemos identificar tanto barreiras quanto oportunidades para a inserção social, oferecidas pelo cotidiano na cidade”.

O estudo destaca ainda que um suporte atento e flexível, extramuros, pode ser decisivo para a manutenção de suas moradias e uma inserção ao menos funcional no espaço urbano. “O que parece estar em jogo é a complexa articulação de estrutura, suporte e acompanhamento na medida certa para garantir, mais do que um abrigo/moradia, a constituição de um lar/habitação, sendo este último ao mesmo tempo condição e consequência da inserção social”.

Texto escrito por Silvana Schultze, do blog www.meunomenai.com

Para conhecer o estudo completo, acesse o link:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232013001200024&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

Se você gostou deste texto, poderá gostar também de:

http://meunomenai.com/2013/12/26/autismo-e-esquizofrenia-fatores-em-comum/

http://meunomenai.com/2013/12/26/superdotacao-e-lideranca-criativa-proposta-para-estimulo/

http://meunomenai.com/2013/12/02/transtornos-alimentares-afetam-ossatura-de-adolescentes-aumentando-risco-de-fraturas/

http://meunomenai.com/2013/12/02/aprendendo-a-ser-mae-de-uma-crianca-autista/

http://meunomenai.com/2013/11/13/teoria-da-mente-e-autismo-treinamento-para-desenvolver-habilidade-metacognitiva-2/