Impasses da atuação de psicólogos na educação de alunos com transtornos de desenvolvimento


O trabalho de psicólogas em escolas é indispensável, mas a necessidade de repensar suas intervenções, sobretudo na educação especial, é emergente. A conclusão é da pesquisadora Valéria Campinas Braunstein, autora do estudo “Escolarização de pessoas com transtornos globais do desenvolvimento: possibilidades de atuação no campo da psicologia”.

A ideia do estudo partiu da experiência profissional e acadêmica da autora, que envolve a criação de uma escola que, a partir de 1997, passou a receber alunos com necessidades especiais na educação. A decisão, recorda, resultou em questionamentos e pressões tanto por parte de profissionais quanto de pais de alunos. “Alguns, indignados, transferiram seus filhos, afirmando ser irresponsabilidade de nossa parte permitir tal convivência”, descreve a pesquisadora.

Apesar de a decisão causar a perda de cerca de metade dos alunos, a autora ressalta que os pais de alunos com necessidades especiais de educação insistiram para que o trabalho continuasse, em função dos ganhos observados no bem-estar e desenvolvimento de seus filhos.

Essa experiência também é descrita na dissertação de mestrado, que foi defendida na Faculdade de Educação da USP. O trabalho descreve ainda os parâmetros que norteiam práticas em psicologia escolar frente às demandas relacionadas ao aluno com transtornos globais do desenvolvimento. “Nossa proposta desde o início foi de refletir sobre os impasses da concretização de uma prática crítica em que os psicólogos possam buscar respostas às suas indagações sobre o trabalho com crianças que têm transtornos globais de desenvolvimento no âmbito escolar”.

A pesquisadora ressalta, ainda que esse exercício deve começar no momento de formação do profissional. “É fundamentalmente importante que alunos e profissionais que pretendam trabalhar com a diversidade possam conhecer a realidade escolar por meio de estágios articulados com discussões com profissionais da área escolar”.

Texto escrito por Silvana Schultze, do blog www.meunomenai.com

Para conhecer o estudo completo, acesse o link: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-10122012-145930/pt-br.php

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s