Questionário para avaliação de autistas inclui processamento sensorial: objetivo é aproximar pais e profissionais para sucesso da intervenção

Alterações do Processamento Sensorial são comuns em crianças com perturbações do espectro do autismo (PEA), e nos últimos anos o tema vem sendo cada vez mais investigado por cientistas. Os números encontrados sobre as crianças que sofrem as perturbações, no entanto, ainda variam muito: estudos apontam que entre 42% a 88% das crianças com PEA apresentam este tipo de disfunção. Com o objetivo de contribuir para as pesquisas sobre o tema, foi definido um novo projeto de investigação.

Criado pelos pesquisadores Helena Isabel Silva Reis, Ana Paula da Silva Pereira e Leandro da Silva Almeida, o projeto é baseado em uma escala que avalia três características tradicionais de crianças autistas: (1) Interação, (2) Comunicação e (3) Comportamento e interesses repetitivos e estereotipados.

A novidade deste projeto é a inclusão de um novo domínio: o Processamento Sensorial. “Com a construção e validação desta escala pretendemos que pais e profissionais utilizem colaborativamente um instrumento de avaliação da intervenção que lhes permita monitorizar o processo de apoio e adequar as suas práticas”, explicam os pesquisadores.

O artigo “Construção e validação de um instrumento de avaliação do perfil desenvolvimental de crianças com Perturbação do Espectro do Autismo descreve os procedimentos e os resultados das fases de construção deste instrumento de avaliação, em forma de questionário.

O questionário foi desenvolvido para que a avaliação de crianças autistas seja mais completa e real. “Os itens do instrumento de avaliação integram um conjunto alargado de características ou competências que podem ser avaliadas nos vários contextos naturais de vida da criança”. Os itens podem ser preenchidos tanto por pais quanto por profissionais especializado em autismo.

A dimensão do processamento sensorial foi incluída no questionário para assegurar um perfil desenvolvimental das crianças com PEA que agregue a observação dos pais e dos profissionais acerca do desenvolvimento da criança. Os pesquisadores esperam que, acima de tudo, o questionário possa estreitar uma ligação entre as dimensões consideradas na avaliação e as áreas tidas como prioritárias para a intervenção.

Texto escrito por Silvana Schultze, do blog www.meunomenai.com

Para conhecer o estudo completo, acesse o link: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382013000200004&lang=pt

5 thoughts on “Questionário para avaliação de autistas inclui processamento sensorial: objetivo é aproximar pais e profissionais para sucesso da intervenção

  1. MARAVILHA o avanço das pesquisas no autismo !!!Alterações do Processamento Sensorial são comuns em crianças com perturbações do espectro do autismo (PEA), e nos últimos anos o tema vem sendo cada vez mais investigado por cientistas. Quando me formei, Psicóloga em 80, fazíamos uma Anamnese enorme com os pais, muitas entrevistas com mãe e criança, observações lúdicas e quando maiores,testes de QI e testes projetivos de personalidade. To feliz demais com tudo que leio sobre autismo. Influência dos EUA onde já a algum tempo estão bem avançados nessa área.
    Lá as crianças com laudo de autistas (2 aninhos) tem que estar na Escola Especial do Governo (até 3 anos) e cada criança tem um monitor, que a acompanha ou alguém de casa como uma babá, o atendimento nas escolas é bom d+, estimulando totalmente as crianças, ensinando tudo q uma criança normal aprende com os pais., para aqueles que tiverem condições ,frequentarem a classe comum aos 5 aninhos. Conheço uma autista asperger de 5 aninhos totalmente alfabetizada, e sociável. Minha filha mais velha, casou com americano e cuidou dessa menina como babá desde os 2 aninhos.
    Estou me atualizando muito com leituras e com as mamães azuis lindas do grupo GAA
    Grupo Acolhe Autista, com quem troco idéias diariamente sempre procurando ajudar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s