Brincadeiras de crianças autistas: interações sociais favoráveis ajudam no desenvolvimento

O ato de brincar faz parte da vida das crianças. Ao brincar, a criança experimenta diferentes papeis, e conforme imagina as diversas possibilidades, descobre mais sobre si mesma e aquilo que gosta ou não. É, portanto, uma etapa importante para o desenvolvimento de cada um, e muitos pais se perguntam se seus filhos autistas brincarãoContinue a ler “Brincadeiras de crianças autistas: interações sociais favoráveis ajudam no desenvolvimento”

Oficinas de artesanato com mães de crianças com Distrofia Muscular: geração de renda para a família enquanto os filhos estão em tratamento

Semanalmente, um grupo de mães de crianças com Distrofia Muscular participa do Projeto Entrelaços, parceria da Associação Brasileira de Distrofia Muscular (ABDIM) com a USP. Enquanto os filhos estão em tratamento na Associação, as mães e cuidadores aprendem técnicas artesanais, teorias de arte, design e sustentabilidade. A ABDIM oferece atendimento gratuito, e as oficinas têmContinue a ler “Oficinas de artesanato com mães de crianças com Distrofia Muscular: geração de renda para a família enquanto os filhos estão em tratamento”

Jogo eletrônico para pessoas com Distrofia Muscular de Duchenne: gratuito, ajuda a combater a obesidade e a desnutrição

Um grupo de pesquisadores do Laboratório de Sistemas Integráveis (LSI), da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (EPUSP), desenvolveu jogo eletrônico gratuito para reeducação alimentar de pacientes com Distrofia Muscular de Duchenne. A obesidade e a desnutrição estão entre as doenças mais frequentemente associadas a essa Distrofia, ocorrendo em mais da metade dos casosContinue a ler “Jogo eletrônico para pessoas com Distrofia Muscular de Duchenne: gratuito, ajuda a combater a obesidade e a desnutrição”

Perguntas repetidas de autistas, causadas por ansiedade e falta de habilidade: como ajudar

Crianças autistas podem ter o hábito de fazer a mesma pergunta seguidas vezes. Nem sempre, porém, elAs perguntam porque não entenderam a resposta. Existem alguns motivos possíveis para que a criança volte a perguntar algo que já foi respondido antes. Um deles é que a criança autista tem dificuldades em visualizar o que vai acontecerContinue a ler “Perguntas repetidas de autistas, causadas por ansiedade e falta de habilidade: como ajudar”

MEUNOMENAI: Perguntas repetidas de autistas, causadas por ansiedade e falta de habilidade: como ajudar

Crianças autistas podem ter o hábito de fazer a mesma pergunta seguidas vezes. Nem sempre, porém, elAs perguntam porque não entenderam a resposta. Existem alguns motivos possíveis para que a criança volte a perguntar algo que já foi respondido antes. Um deles é que a criança autista tem dificuldades em visualizar o que vai acontecerContinue a ler “MEUNOMENAI: Perguntas repetidas de autistas, causadas por ansiedade e falta de habilidade: como ajudar”

Prodígio e superdotação: número de crianças precoces não corresponde à expectativa de dotação

Muitos pais e profissionais de educação consideram como superdotadas crianças com grande facilidade para aprender determinada habilidade. As pesquisadoras Zenita Cunha Guenther e Carina Alexandra Rondini, entretanto, observam que há mais crianças precoces que a probabilidade esperada de dotação, enquanto muitas pessoas dotadas não foram prodígios ou sequer precoces. “A noção de prodígio seria mais bem-considerada comoContinue a ler “Prodígio e superdotação: número de crianças precoces não corresponde à expectativa de dotação”

Questionário para avaliação de autistas inclui processamento sensorial: objetivo é aproximar pais e profissionais para sucesso da intervenção

Alterações do Processamento Sensorial são comuns em crianças com perturbações do espectro do autismo (PEA), e nos últimos anos o tema vem sendo cada vez mais investigado por cientistas. Os números encontrados sobre as crianças que sofrem as perturbações, no entanto, ainda variam muito: estudos apontam que entre 42% a 88% das crianças com PEAContinue a ler “Questionário para avaliação de autistas inclui processamento sensorial: objetivo é aproximar pais e profissionais para sucesso da intervenção”

Implante coclear: parâmetros acústicos aproximam-se dos valores apresentados por crianças ouvintes

Crianças usuárias de implante coclear apresentaram valores acústicos próximos aos apresentados pelas crianças ouvintes normais, em estudo comparativo entre os parâmetros vocais freqüência fundamental, frequência do primeiro formante e frequência do segundo formante. Os resultados foram observados no estudo “Diferenças entre parâmetros vocais em crianças usuárias de implante coclear e em crianças usuárias de aparelhoContinue a ler “Implante coclear: parâmetros acústicos aproximam-se dos valores apresentados por crianças ouvintes”

Implante coclear: parâmetros acústicos aproximam-se dos valores apresentados por crianças ouvintes

Crianças usuárias de implante coclear apresentaram valores acústicos próximos aos apresentados pelas crianças ouvintes normais, em estudo comparativo entre os parâmetros vocais freqüência fundamental, frequência do primeiro formante e frequência do segundo formante. Os resultados foram observados no estudo “Diferenças entre parâmetros vocais em crianças usuárias de implante coclear e em crianças usuárias de aparelhoContinue a ler “Implante coclear: parâmetros acústicos aproximam-se dos valores apresentados por crianças ouvintes”

Dieta vegetariana não interfere no desempenho esportivo, defende pesquisa

A prática de dietas vegetarianas é compatível com a prática esportiva cotidiana, desde que bem planejada para evitar deficiências nutricionais. A conclusão, do estudo “Dietas vegetarianas e desempenho esportivo”, vai de encontro às evidências que apontam os benefícios da dieta vegetariana para a saúde humana. Segundo o estudo, dietas vegetarianas são caracterizadas pelo elevado consumoContinue a ler “Dieta vegetariana não interfere no desempenho esportivo, defende pesquisa”