A superdotação ao longo da vida: adultos adaptados e não-adaptados

Imagem

Quais os processos psicológicos, pedagógicos e sociais que acontecem na vida de uma pessoa superdotada ao longo de sua vida? O estudo “Altas Habilidades/Superdotação: abordagem ao longo da vida” analisa aspectos do desenvolvimento humano e da personalidade na infância, adolescência e vida adulta, dentro da denominada abordagem life-span (ao longo da vida).

Os autores, Juan José Mosquera, Claus Dieter Stobäus e Soraia Napoleão Freitas chamam atenção para a ideia de que existem dois tipos de adultos superdotados: os adaptados e os não-adaptados.” Esta diferenciação cria a grande expectativa de que é necessário educar estas pessoas desde crianças, para que possam ter um melhor encaminhamento em suas vidas desde cedo”, ressaltam.

De acordo com o estudo, durante a vida adulta pessoas intelectualmente superdotadas também dispõem de capacidades, potencialidades e recursos que facilitam sua adaptação ao meio. “Porém, devemos levar em conta a importância das relações com o entorno, no qual as pessoas se desenvolvem, favorecendo (ou não) o seu desenvolvimento global”.

Os pesquisadores destacam a importância da educação para que, no futuro, pessoas com altas habilidades/superdotação sejam mais aceitas, entendidas e com maiores possibilidades de estímulo aos seus talentos. “Acreditamos que podemos encontrar pessoas com Altas

Habilidades/Superdotação motivadas para sua realização e desenvolvimento cognitivo, afetivo e social”, concluem.

Texto escrito por Silvana Schultze, do blog http://www.meunomenai.wordpress.com

Conheça o estudo completo no site: http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/educacaoespecial/article/view/5371/pdf

1 thought on “A superdotação ao longo da vida: adultos adaptados e não-adaptados”

  1. Olá Silvana, interessante o seu destaque para o estudo dos autores, vou ler, pois me interesso pelo assunto, além de escrever artigos sobre altas habilidades. Quanto à questão: Quais os processos psicológicos, pedagógicos e sociais que acontecem na vida de uma pessoa superdotada ao longo de sua vida?
    Processos psicológicos envolvem também o comportamento, em geral, superdotados são peixes fora d’água, possuem inteligência acima da média, são mais sensíveis a emoções, mais ansiosos e até mais curiosos, criativos, além de necessitarem de acompanhamento psicológico, pois costumam queimar etapas na vida escolar, acadêmica, além de se destacarem por desempenhos fenomenais, entretanto há casos que refletem baixo desenvolvimento por conta de problemas de adaptação social, depressão etc.
    Abraço
    Flávio Roberto E. de Andrade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s