Imagem

Crianças que ingerem medicamentos sem a supervisão dos pais, em pequenas ou grandes quantidades, correm sérios riscos. Produtos químicos acidentalmente ingeridos ou em contato com a pele também podem ter consequências drásticas. A melhor maneira de evitar estes perigos é manter ambos – medicamentos e produtos químicos, inclusive de limpeza habitual – longe do alcance delas.

A curiosidade das crianças, entretanto, é atiçada pelo colorido dos frascos e pela aparência de alguns remédios, que podem ser confundidas por elas com balas, e um pequeno descuido é suficiente para que um acidente ocorra.

Para atender a esses casos, o Centro de Assistência Toxicológica (CEATOX) do Hospital das Clínicas de São Paulo funciona 24 horas por dia, fornecendo informações emergenciais para profissionais de saúde e à população em geral. Acidentes com animais venenosos e reações adversas a medicamentos também são situações atendidas pelo Centro.

O atendimento prestado pelo CEATOX é feito pelo telefone e não substitui um posterior atendimento médico, pois somente médicos poderão prescrever medicamentos, indicar tratamentos e antídotos.

Os atendentes do CEATOX são profissionais da área de saúde e analisam a necessidade de o paciente dirigir-se imediatamente a um hospital ou não. Também são feitas orientações sobre as condutas emergenciais que podem ser realizadas em casa, de acordo com o caso de intoxicação.

Ao ligar para o CEATOX, é essencial ter à mão os seguintes dados: idade e peso do paciente, como ocorreu o contato com a substância tóxica, há quanto tempo ocorreu a exposição, os sintomas apresentados, informações sobre o produto (de preferência a embalagem) e telefone para contato.

O CEATOX recomenda ainda que não se provoque vômito na criança e nem se ofereça nada a ela antes da orientação correta.

O telefone do CEATOX é 0800-148110 e o site www.ceatox.org.br

Fonte: CEATOX-SP.