Identificação de altas habilidades é tema de dissertação de mestrado na USP

Imagem

Temas abordando crianças com altas habilidades estão tornando-se comuns no meio acadêmico. O pedagogo Maurício Ceroni Ivo defendeu, no início de junho de 2013, no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (SP), sua dissertação de mestrado “A identificação de jovens com altas habilidades: uma abordagem winnicottiana da criatividade”.

Com o objetivo de pesquisar a criatividade na identificação e seleção de crianças e adolescentes portadores de altas habilidades, o pesquisador analisou dez jovens com carência socioeconômica. Baseando-se no que definiu como dois tipos de altas habilidades, uma acadêmica (ou escolar) e outra criativo-produtiva (ou talentosa), Maurício Ceroni Ivo associou o conceito de superdotação (outro termo utilizado para altas habilidades) a três conjuntos de traços: habilidade acima da média em alguma área do conhecimento; envolvimento com a tarefa (motivação, perseverança, concentração) e criatividade (ideias diferentes, novos significados).

Segundo o pedagogo, a superdotação acadêmica é representada por altos níveis de desempenho escolar, boa memória, grande atividade intelectual, processamento de informações complexas, pensamento analítico, crítico e lógico. A superlotação criativo-produtiva, por sua vez, estaria mais ligada à curiosidade, resolução de problemas e características do pensamento criativo, como originalidade, fluência e flexibilidade.

Questionando-se acerca de uma possível supervalorização da superdotação acadêmica, Maurício Ceroni Ivo encontrou, durante sua pesquisa, indícios que confirmam sua hipótese. Ao acompanhar o processo seletivo de projeto que oferece bolsas de estudos para alunos com excelência acadêmica, o pedagogo verificou que sobraram vagas, mesmo com um alto número de candidatos inscritos: 1.997 alunos.

Com base nesses dados, o pesquisador concluiu que, apesar da criatividade ser avaliada como uma das competências que definem o desempenho do candidato à bolsa de estudos, o aspecto criativo não é priorizado na seleção dos alunos. “A maior parte das características de indivíduos criativos, tais como autoconfiança e independência, não-conformismo, senso de humor, interesses estéticos, impulso para realização, desejo de descoberta e ordenação, estão ligadas ao conceito de self verdadeiro e do seu gesto espontâneo, bem como ao desenvolvimento da área da transicionalidade, aquela que não pertence à realidade objetiva nem à subjetiva”, explicou Maurício Ceroni Ivo em seu trabalho.

Para conhecer a dissertação completa, visite o site http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47133/tde-22082012-112113/pt-br.php

2 thoughts on “Identificação de altas habilidades é tema de dissertação de mestrado na USP

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s