Imagem

A atração que os astros e estrelas exercem sobre nossas crianças é grande, independentemente da idade, época e cidade ou país em que elas nasceram. De onde vem esse fascínio?

A astrônoma Sueli Viegas tem um palpite: “O céu exerce atração pela beleza de um dia ensolarado, pelo feitiço de uma tempestade ou pelo encanto de uma noite límpida e estrelada”.

Professora aposentada do Departamento de Astronomia da Universidade de São Paulo, doutora em Astrofísica pela Universidade de Paris VII e autora da coleção de livros paradidáticos O Jogo do Universo, Sueli Viegas acredita ainda que quando voltamos nossos olhos para o céu nossa curiosidade e imaginação são aguçadas, levando a questionamentos sobre duas perguntas básicas da humanidade: de onde veio o homem e como surgiu o Universo.

Defensora do ensino de noções de astronomia desde o Ensino Fundamental I, a astrônoma acredita que a multidisciplinariedade desta ciência é uma grande vantagem para os professores, que podem utilizar conceitos de física, química, matemática e biologia para explicar os fenômenos observados. “A formação de um cientista leva tempo, por isso é preciso incentivar o estudo de ciências desde tenra idade, usando a imaginação natural das crianças e satisfazendo sua curiosidade”, defende Sueli Viegas.

Com as férias em vista, uma excelente dica de passeio são os planetários. Para quem vive na capital ou no interior de São Paulo, ou em outros Estados, as opções são muitas. Visite o site da Associação Brasileira de Planetários e descubra qual é o mais perto de você http://planetarios.org.br/planetarios

Leia também a entrevista completa com a astrônoma Sueli Viegas no site http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/86/artigo219620-1.asp