Imagem

Os pais que recebem indicação de tratamento fonoaudiológico para seus filhos nem sempre contam com cobertura de planos de saúde para o tratamento completo. Em São Paulo, capital, alguns locais realizam o atendimento gratuitamente ou a baixo custo.

O Instituto Brasileiro de Fluência (IBF), em Pinheiros, oferece atendimento em grupo para portadores de gagueira. Mais informações pelo tel. (11) 7482-8866 ou pelo e-mail clinica@gagueira.org.br
ww.gagueira.org.br

O Instituto CEFAC, em Cerqueira César, oferece consultas a baixo custo, com valores negociados de acordo com as condições de cada paciente. Mais informações pelo tel. (11) 3865-2702 ou pelo e-mail institutocefac@institutocefac.org.br 
http://www.institutocefac.org.br

O Ambulatório de Avaliação/Diagnóstico dos Transtornos da Fluência da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), na Vila Mariana, também atende a população. Mais informações pelo tel. (11) 5549-7500 ou pelo e-mail depfonoaudio@epm.br

A Divisão de Educação e Reabilitação dos Distúrbios da Comunicação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Derdic/PUC-SP), na Vila Clementino, oferece diagnóstico interdisciplinar e atendimento a pessoas com alterações da audição, voz e linguagem. Também estão disponíveis Educação Infantil e Ensino Fundamental, Qualificação profissional e colocação no mercado de trabalho de pessoas surdas. Mais informações pelo tel. (11) 5908-8011 ou pelo e-mail derdic@pucsp.br 

O Laboratório de Investigação Fonoaudiológica da Fluência, Motricidade e Funções Orofaciais (LIF-FMFO) da Universidade de São Paulo (USP), no campus da Cidade Universitária, desenvolve atividades de ensino, pesquisa e assistência à população na área do processamento motor da face e da fala. Mais informações pelo tel. (11) 3091-7453.