Imagem

Viajar é sempre a principal opção para as férias da garotada. Nem todos os pais, porém, têm férias na mesma época, ou recursos para isso. Afinal, os preços da alta temporada vão lá para cima…

Para quem fica em São Paulo, os parques são uma boa opção. Na zona oeste, o Parque Villa-Lobos tem 732 metros quadrados. Oferece ciclovia – é possível alugar bicicletas, triciclos e quadriciclos no próprio local, pagando em cartão – playground e bosque com espécies da Mata Atlântica. Também tem um belo orquidário, trilha suspensa para observar pássaros nas árvores, tabelas para jogar basquete, local próprio e fechado para literalmente “soltar os cachorros” (os que sabem se comportar, claro) e lanchonetes, dentro e fora do parque. Um belo piquenique cai muito bem (tem mesas com cobertura para isso) e as árvores estão cada vez mais frondosas.

Na zona norte, uma opção é o tradicional Horto Florestal. Ocupa área de 174 alqueires, .e conta com palco para eventos, área de piquenique, playground, pista de cooper, equipamentos de ginástica, bicas de água potável, lagos e o Museu Florestal. Abriga ainda o Palácio de Verão do Governo do Estado, além das sedes da Polícia Militar e Polícia Florestal do Estado. Com sorte (não precisa muita, não), as crianças podem ver espécie de macaco-prego, tucano, gambá, socó, garça, tico-tico, serelepe e martim pescador.

Na zona sul, o Parque Ecológico do Guarapiranga, oferece atividades de cunho cultural, ambiental e recreativo. Ocupa 7% dos 28 km no entorno da Represa do Guarapiranga. Conta com Brinquedoteca, Museu do Lixo e Programa de Educação Ambiental.

Na zona leste, o Parque do Carmo tem área superior a 15 milhões de metros quadrados. Seu bosque tem aproximadamente 6 mil árvores, entre cerejeiras e eucaliptos, oferece aos visitantes churrasqueiras, quiosques, lagos naturais e a possibilidade de observar diversas espécies de animais.

Na região central de São Paulo, o Parque da Luz é o parque mais antigo da cidade, e tem a grande vantagem de estar bem ao lado de uma estação de metrô (Luz). Além do belo jardim, que após a revitalização da região ganhou diversas esculturas, é possível fazer uma visita à Pinacoteca de São Paulo, logo ao lado.